17.10.07

Sou frágil.De certezas e de confiança,sou frágil.Balanço e quebro ao minimo impacto.E porque é que eu digo isto?Ele é reservado,calado,adora-me mas não me conta o que lhe ocupa a cabeça,o que o retirada do pé de mim durante alguns segundos.Eu noto-o a ir.Está ali,junto a mim mas de repente algo o puxa e o leva nem eu sei para onde.E eu pregunto(vezes de mais..eu sei..vezes de mais):"O que foi?"."Nada porquê?" Porque algo te levou daqui nos ultimos 5 segundo e eu quero-te aqui comigo inteiro,sempre,sem ausências nem recuos.Penso-o mas não o digo.Não o disse ainda.

Sou frágil e continuo pessimista.Com as minhas sombras e memórias a asfixiarem-me com medos e dúvidas.Mas com as minhas sombras posso eu bem...tenho é medo(hanna,a mulher dos medos) que as sombras dele(sejam lá quais  forem) o tirem de mim.

 

Foto:Natasha Lyonne

publicado por hanna às 00:45

Continuando a derreter o gelo...
mais sobre mim
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

15
16

21
26
27

31


arquivos
2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
blogs SAPO